segunda-feira, novembro 07, 2005

As Africanas

Na RTP 1 deve ter passado um duende com capacidades sobrenaturais suficientes para ultrapassar a paralisia cerebral daquela gente, a começar por aquele presidente cujo ar até me faz esquecer-lhe o nome.
Acabei de ver um pequeno apontamento, chamado "Retratos de África", em que se relata de uma maneira precisa, sem intermediários, sem o paternalismo do jornalista que faz perguntas "encaminhadoras", a vida, o nascimento e crescimento de cooperativas agrícolas.
Cooperativas dirigidas por mulheres, porque os "homens têm medo das machambas".
"Nós sabemos como pensam os homens: quando têm alguma coisa no bolso pensam na cerveja. As mulheres, quando têm alguma coisa na ponta da capulana, pensam nos livros para as crianças, no sabão para lavar a roupa das crianças..." - assim falou a mulher que parece ser a alma deste movimento.
E garantiu: " não vamos ficar por aqui...vamos continuar".
Oxalá!
É tempo de se saber no resto do Mundo que em África o trabalho é condição das mulheres. Os homens, de uma forma geral, só "deitam ronco".

2 comentários:

pwo disse...

Não sou feminista, mas apetece-me dizer: Pois... a mulher.
Pwo, na língua cokwe [tshokwe]

Mataku-mandante em Xefe disse...

Venhu ainda lhis avizare ke no dia 11 da Dipanda a RTP 2 da Tuga, vai passá um documentário sobre a múzika mwangolê!! Será às 21.00.
É um mambu imperdível. »Angola-Histórias da música Popular».
tem lá ngola Ritmos, Kota Liceu V. Dias, Rui Mingas, Minguito, mana Lourdes Van-Dunem, kota Garda, Prado Paim, Manré, Dog Murras e todos us kuduristas, Paulo Flores e bwé deles muintus máis.
Agora tou vus dispidi. Bazei!
Um kandandu! Yô!