terça-feira, janeiro 06, 2009

O Que É Uma Boa Entrevista?

Hoje desvio-me do tema habitual deste blogue para abordar uma questão que em Portugal não é devidamente esclarecida há anos. Para que se faz uma entrevista, quer ela seja escrita, radiodifundida ou televisionada?
Os jornalistas - especialmente os da televisão - quando "promovidos" à condição de entrevistadores transformam-se em actores políticos, com direito a opinião, a apartes, a insinuações a gestos autoritários e outras coisas mais.
A entrevista de ontem ao primeiro ministro, José Sócrates, feita por dois jornalistas da SIC, Ricardo Costa e José Gomes Ferreira foi, do ponto de vista profissional, um verdadeiro desastre.
O entrevistado, para se poder fazer ouvir teve que ombrear com a agressividade de dois jornalistas que passaram grande parte do tempo destinado à entrevista a falar de coisas sem importância. No final não tiveram tempo para as perguntas que interessavam, de facto, aos cidadãos portugueses.
Ricardo Costa parece um GNR dos anos 50 a interrogar um pobre coitado...
Que diabo, o primeiro-ministro foi convidado para ir à SIC e os convidados não podem ser maltratados, ou pelo menos, não devem. Além de maus profissionais aqueles dois jornalistas foram também mal-educados - o que ofende um grupo profissional que ao longo dos anos tem perdido as maneiras.
Para responder à pergunta do título: meus senhores "jornalistas", uma boa entrevista é aquela em que o entrevistado responde a perguntas que representam as dúvidas do público em geral sem ser interrompido e, eventualmente, confrontado com as contradições que ao longo da conversa existam. Uma entrevista não é um debate político, nem um confronto.

3 comentários:

goiaba disse...

Há muito que não vinha a este blog. Gostei de encontrar uma opinião semelhante à minha. Até gostei do Ricardo Costa mas, desde que foi promovido, parece diferente e, como entrevistador, foi um desastre. E malcriado.
Que pena!

lili laranjo disse...

Passei po aqui e gostei senti África.
Posso adicionar ao meu blog?

http://africaempoesia.blogspot.com/

MESU MA JIKUKA disse...

Boa lição a (nós)jornalistas... Uma aula que se estende a muitos escribas angolanos que julgam que os microfones são armas de intimidação aos entrevistados... "Um bom menino é aquele que aprende com os erros do filho do vizinho"