segunda-feira, abril 03, 2006

U.A., aiué!

A amargura dos dias é semelhante para os tchadianos da zona de fronteira e os"zurgas" do Darfur, marcados para o extermínio, para o primeiro genocídio do século XXI. Estava aqui a reler notas antigas e encontrei um relato de um enviado do "Independent" ao Darfur: úm dia, conta ele, as milícias "entraram num campo de refugiado defendido por um contingente da U.A.. 37 pessoas foram massacradas e nem um tiro foi disparado contra as milícias". O repórter chamou a este lugar "a mini-Srbenica de Darfur".
A amargura dos dois lados da linha que nem une nem divide é tão semelhante que todos devem acolher, sem reservas, um velho provérbio sudanês: "Nunca beijes quem seja capaz de te devorar"

Sem comentários: