quarta-feira, janeiro 04, 2006

Lourdes Van-Dunem cantando na rádio

Singela, mas tocante, a evocação de Lourdes Van-Dunem por Paulo Alves Guerra, esta tarde, na TSF. A voz que a tifóide apagou, aos 70 anos, em Luanda espalhou uma tristeza suave na tarde da rádio. Eu vinha do funeral do Cáceres, ficou-me riscado no trânsito um disco dos N'gola. O frio de Lisboa ao sol de inverno enroscou numa palmeira da beira rio toda a nostalgia de dias longínquos. O Paulo disse que aquela voz ficava a cantar "para sempre". Foi uma maneira bonita e justa de dizer adeus.

1 comentário:

planaltobie disse...

Faço parte da tribo e gosto de ler o "Africandar". Textos curtos, nostalgia qb, actualizações, gosto...
tomara eu, no meu "Planalto Central":
http://planaltobie.blogspot.com
Continue a africandar
Abraço,
Paulo Costa